Eco Design - Desfile UEG

Loading...

sábado, 13 de outubro de 2007

Louis Vuitton propõe mistura supercolorida nas roupas e nas bolsas da grife

Junte as bolsas de luxo mais famosas do mundo com o estilista mais cultuado do momento, adicione uma dose do habitual frenesi da moda e pronto, a disputa por entrar no desfile da Louis Vuitton, marcado para às sete e meia da noite (em Paris) deste domingo (7), se transformou numa massa de gente bem vestida se espremendo na porta de um dos vãos do Carrossel do Louvre, onde aconteceria a apresentação da coleção assinada por Marc Jacobs."Isso está parecendo a Disneylândia", reclamava uma mulher, com o passaporte da "terra encantada" não mão: o convite para o show da grife, no formato de um livreto em vinho (parecia, de fato, um passaporte, o da comunidade européia). Nem mesmo poderosos da moda, como o editor da revista "Vanity Fair", Michael Roberts, escaparam do tumulto.Barreira da porta transposta, taças de champanhe e mojitos tentavam recuperar o fôlego dos convidados aos goles. Na tenda montada pela Louis Vuitton para, praticamente, encerrar a Semana de Moda de Paris (um último desfile aconteceu depois, de Chado Ralph Rucci, mas a grande vedete da noite era, de fato, a maison francesa), depois de mais de uma hora de atraso, com direito a vaias e manifestações dos fotógrafos, o desfile para a Primavera-Verão 2008 da marca teve início.Embaladas por trilha sonora assinada por Daft Punk, doze modelos célebres (entre elas Naomi Campbell), vestidas de enfermeiras, entraram passarela adentro, cada qual com um chapeuzinho que trazia uma letra do nome da grife bordada em vermelho. E aí sim a coleção entrou em cena. Uma profusão de cores apareceu misturada, nos sapatos, nas saias, nas blusas e também colorindo o logo "LV" da grife inscrito nas bolsas. Estas vinham com alças curtas, carregadas na mão (não no ombro ou no braço) em verniz, em degradê colorido, com combinações de tons como o turqueza e o rosa chiclete, o roxo e o azul, o vermelho e o roxo. Boa estratégia para fazer com que as mulheres queiram comprar mais de um modelo, tão coloridas, de tons tão distintos são as peças. Nas roupas, enquanto o colorido conferia força aos looks, em combinações incomuns de amarelo forte com azul, rosa alaranjado com vermelho, ou ainda o laranja, o azul e o verde juntos, a transparência e sedosidade de materiais como o gazar, a organza e a musseline davam suavidade à coleção de verão da Louis Vuitton.Dividida em três partes, a apresentação começou com looks mais coloridos e delicados, seguiu com influência de peças masculinas e brilho e terminou com os dois belos vestidos de festa, em tule, volumosos e brilhantes, um em tom de azul noite e outro num tom próximo ao beterraba. Na modelagem, as saias mais ajustadas, um pouco abaixo do joelho, usadas com tops de lurex misturado com caxemira em prata ou com blusas delicadas, transparentes, se alternavam às saias evasês, exatamente um palmo acima do joelho (ótimo comprimento para alongar as pernas. Nas blusas volumes suaves, ombros marcados em mangas curtas, drapeados que formavam quase dobraduras nas peças. Na parte com elementos masculinos, o vestido usado pela modelo Coco Rochas, um tomara-que-caia com saia rodada, ganha risca de giz em cinza e bolsos de calça masculina de alfaiataria. Os mesmos bolsos aparecem na legging justíssima, usada com tomara-que-caia. Destaque para o vestido-paletó curto vermelho cereja brilhante, com ajuste franzido na cintura, nas costas.No final do show, Marc Jacobs apareceu de terno Dior, com uma frasqueira que exibia imagens digitais do personagem Bob Esponja.Neste domingo derradeiro da temporada parisiense de moda para a Primavera-Verão 2008, desfilaram ainda Vanessa Bruno, Nina Ricci (por Olivier Theyskens), Anamika, Yuki Torii, Colette Dinnigan, Miu Miu (marca jovem da Prada), Sakina M'AS, Lanvin, Moon Young Hee e Chado Ralph Rucci.