Eco Design - Desfile UEG

Loading...

sábado, 13 de outubro de 2007

Ministra italiana denuncia "anorexia nas vitrines de Roma" e quer criar lei para lojas

da Ansa, em Roma

A ministra para Políticas Juvenis italiana, Giovanna Melandri, declarou na última quinta (11) ao jornal gratuito 24minuti, responsável por uma pesquisa nas lojas do centro histórico de Roma para denunciar "a anorexia nas vitrines", estar "disposta a fazer uma proposta de lei" para o problema da moda que não colabora contra a anorexia, "assim como estão fazendo muitos países sul-americanos".
Na Argentina, ressalta um comunicado publicado pelo 24minuti, as lojas foram obrigadas a dispor de todos os tamanhos e quem não estiver dentro da regra leva uma multa e pode até mesmo ter o estabelecimento fechado temporariamente.
Giovanna pensa em uma lei semelhante também para a Itália, já que o código de auto-regulamentação assinado um ano atrás pela ministra com os operadores do Made in Italy não produziu efeito suficiente.
Comentou também sobre o tema a estilista Lella Curiel, que em julho passado colocou para fora as modelos com medidas 36. "É uma vergonha que os estilistas não tomem a responsabilidade de dar uma mensagem diferente.
É também um problema de escola: muitos jovens não sabem como se faz um vestido".Já para a designer Lavinia Biagiotti "a roupa é para ser um aliado e não um inimigo, a moda pode ajudar a recuperar um bom relacionamento com o próprio corpo". (ANSA)

FONTE:http://estilo.uol.com.br/moda/ultnot/2007/10/12/ult630u6971.jhtm